Foto: Reprodução/Now Fashion

Por Patrícia Carta e Rodrigo Yaegashi

Descrever emoções é algo complexo – sugerimos que você leia na integra a carta Alessandro Michele para o inverno 2020 da Gucci. Um desfile que, mesmo tendo sido apresentado na contramão, reafirma o glamour e a fantasia. Valores que fazem parte da missão de marcas históricas como a Gucci.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

A experiência começa com a possível visita ao backstage, onde os modelos estão ainda sendo preparados. Situação intimista, assim como o convite personalizado enviado pelo designer via WhatsApp. Na sala de desfile, para nossa surpresa, o backstage envidraçado todo esfumado está à nossa frente. Antes da bruma lentamente baixar e ele começar a girar ao som de “Bolero de Ravel”, ouve-se um trecho de um discurso de Fellini sobre cinema.

A medida que os modelos ficam prontos, aproximam-se da vitrine. Licença poética, mais que bem-vinda, para a construção de personagens lúdicos e fantásticos com referências explícitas ao mundo felliniano de Michelle, um dos melhores cortes que a Itália pode ter. O desfile desvenda os bastidores sem desmistificar a moda, pelo contrário. Ao fim, a plateia, encantada, se retira; e “La Nave Va”. Viva o sonho!

Veja dez coisas que amamos na coleção:

O show

Foto: Reprodução/Now Fashion

O cenário, o modelo, a proximidade com o backstage e toda a atmosfera construída pela Gucci transformou o desfile em um verdadeiro show.

As cores

Foto: Reprodução/Now Fashion

Alessandro Michele provou, novamente, que sabe trabalhar com cores e combinações ousadas.

Jardineira

Foto: Reprodução/Now Fashion

Combinada com uma camisa azul, a jardineira de lã remete a uma brincadeira com inocência característica da label.

Flare

Foto: Reprodução/Now Fashion

Uma das marcas registradas de Michele, as calças flare brilharam na coleção – com comprimentos mais curtos.

A bolsa

Foto: Reprodução/Instagram/@gucci

Entre os acessórios, a bolsa Horsebit se destacou. Com um formato mais alongado e alças que saem do topo do modelo, a peça é atemporal.

Volumes

Foto: Reprodução/Now Fashion

Um dos fatores que ajudou a levar dramaticidade para a passarela foi o exagero dos volumes e camadas.

Conjuntos

Foto: Reprodução/Now Fashion

Com estampas florais e calças flare, os ternos tinham um toque vintage. Destaque para a gravata no mesmo tecido.

Logomania

Foto: Reprodução/Now Fashion

Uma tendência que tomou conta do streetstyle e não perdeu a força nos desfiles de grandes grifes: a logomania.

Contrastes

Foto: Reprodução/Now Fashion

A camisola delicada e transparente combinada com o acessório de couro é um dos exemplos de como a Gucci sabe transitar entre opostos.

Cinema

Foto: Reprodução/Now Fashion

O inverno 2020 da Gucci prestou uma bela homenagem à moda cinematográfica.

Leia mais:
Burberry: 10 coisas que amos do inverno 2020
Tommy Hilfiger: 10 coisas que amamos no inverno 2020
Victoria Beckham: 10 coisas que amamos no inverno 2020