Foto: Tom Allen/Arquivo Harper’s Bazaar

Assim como existem as dietas da moda, também existem as atividades físicas da moda. Quem se lembra do boom do crossfit? Ou das aulas de zumba? Um exemplo mais recente é o beach tennis. À parte os altos e baixos dessas modalidades, há algumas que parecem ter vindo para ficar, por conta dos seus inúmeros benefícios para a saúde, como é o caso do chamado barre fit.

O barre fit é um treino de alta intensidade que combina elementos de diferentes modalidades, como balé clássico, pilates e ioga. Tem esse nome porque a barra (barre = barra) é o seu principal equipamento – quem já esteve em um estúdio de balé deve ter notado a presença de uma barra. Outros equipamentos também são utilizados, como tapete (aquele usado nas aulas de ioga), pesos livres, faixas e bolas.

Cada aula do barre fit é planejada para ser um treino de resistência muscular de corpo inteiro. Normalmente, eles são divididos em diferentes sessões, que se concentram nos principais grupos musculares, incluindo braços, pernas e glúteos. Os músculos de cada grupo são trabalhados a partir de movimentos direcionados, muitas repetições e peso leve ou resistência.

Como resultado, há ganho muscular. Os exercícios são definidos em um ritmo lento, que visa aumentar a força e a flexibilidade, ou seja, você não precisará se preocupar com movimentos de alto impacto, como saltos. Aliás, a modalidade deve ser praticada sob orientação de um profissional, assim como qualquer atividade física. Essa supervisão pode ser feita por instrutores e profissionais de educação física ou fisioterapia que possuem prática no barre fit, por exemplo, orientando quais as melhores práticas e formas de realizar o exercício, contribuindo para evitar lesões e outros problemas, como dores no corpo.

Além de aumentar a força, o treino também desenvolve agilidade e flexibilidade. Em algumas aulas, os alunos usam apenas a barra (ou o equivalente) e seu peso corporal para produzir movimentos repetitivos, enquanto outros incorporam os demais equipamentos. Além dos movimentos específicos inspirados no balé, os exercícios também incorporam movimentos da aeróbica, que exigem uma boa quantidade de alongamento.

As aulas de barre fit podem levá-lo ao seu limite, mas os ganhos valem a pena. Ao desafiar regularmente o seu corpo, você obterá inúmeros benefícios, como melhor tônus muscular, maior flexibilidade e melhor postura. Como outros tipos de exercícios regulares, praticar barre fit também pode ajudá-lo a reduzir seus níveis de estresse.

Consulte o seu médico para saber se você pode praticar o barre fit. A princípio, a modalidade não tem nenhuma contraindicação. Os benefícios são vários: além de melhorar o tônus muscular, também ajuda no emagrecimento, na postura e aumenta a flexibilidade.