Kendall Jenner para a Harper’s Bazaar – Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Quem não ama uma massagem relaxante, com óleos que ajudam na aromaterapia e, por vezes, até ganha uma trilha sonora especial para descansar? Sem dúvidas, uma das atividades terapêuticas mais procuradas, a massagem é uma das melhores maneiras de reduzir dores e a sensação de estresse e ansiedade. Em tempos modernos, em que tudo tem de ser feito para ontem, com alta exposição nas redes sociais e o combo da pandemia de Covid-19, o estresse e o mal-estar causados pelo acúmulo de tensões podem adoecer o corpo e a mente.

E, quando pensamos em massagem, na maioria das vezes, virá a imagem de um profissional que fará o serviço em você. Mas por que não fazer você mesmo uma automassagem? De acordo com Desmond Morris, zoólogo e etólogo, em seu livro “Você”, “o ato de massagear a si mesmo é uma ação de conforto pessoal”. Isso significa que a automassagem possui benefícios físicos e emocionais para quem a pratica, funcionando de maneira semelhante à massagem feita por um profissional. A automassagem foi muito importante durante a pandemia, uma vez que o distanciamento social se fez necessário, e os profissionais ensinavam a seus clientes algumas técnicas de automassagem caseira.

Dentre alguns benefícios da automassagem, estão a ativação da circulação sanguínea (isso ajuda na oxigenação do corpo, por exemplo, eliminando impurezas), a redução de dores musculares, uma vez que a automassagem relaxa a musculatura, e também o alívio das tensões emocionais – esta última, por tornar a prática diária, auxilia na criação de uma rotina mais saudável e voltada para o autocuidado.

Para praticar a automassagem, não é necessário muito – os apoios para pés de escritório que vêm com massageador já podem ajudar bastante quem passa longos períodos sentado. Mas, para algo mais profundo, é possível realizar um pequeno ritual para a automassagem.

Para começar, é recomendado fechar os olhos e respirar profundamente por algumas vezes, prestando atenção em seu corpo e nas suas tensões. Depois, massageie a(s) parte(s) do corpo onde você sente dores e tensões, usando algum óleo fracionado de coco, podendo também usar óleos essenciais e cremes hidratantes. O ideal é repetir os movimentos cerca de três a cinco vezes por cada parte do corpo.

Para potencializar os benefícios da automassagem, a prática de atividades físicas, como exercícios de agachamento, corridas, abdominais ou esportes, pode ajudar imensamente a eliminar as tensões musculares e aumentar a sensação de prazer e bem-estar.