Dez erros comuns para evitar no cuidado do cabelo

Modo de lavar, secar e escovar os fios influencia na saúde

by Marcela Palhão
Foto: Arquivo Harper's Bazaar

Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Na maioria das vezes, ficamos mais preocupados com a beleza do cabelo do que com sua saúde, e acabamos abusando de secadores e modeladores. Mas, com o passar do tempo, a falta de saúde dos fios acaba impactando seu visual também e cuidar deles torna-se uma missão complicada. Pensando nisso, Kédima Nassif, dermatologista e tricologista, aponta os erros mais comuns que as pessoas comentem ao tentarem manter o cabelo saudável. Veja:

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Esfregar o cabelo molhado com a toalha do banho
“É um grande erro, pois os cabelos são muito mais frágeis quando estão úmidos, logo, ficam mais suscetíveis a danos. Ao invés disso, aperte suavemente o cabelo com as mãos após a lavagem e faça o mesmo usando uma toalha”, ensina a médica.

Secar os fios com altas temperaturas
Nos momentos de pressa, é tentador colocar a temperatura no máximo para otimizar o trabalho. Mas, segundo a dermatologista, este é um erro que danifica bastante o cabelo, por isso, a melhor alternativa são as temperaturas mais baixas. “É melhor gastar cinco minutos a mais na secagem do que economizar um tempo ínfimo e danificar os fios”, aconselha Kédima.

Secar e escovar os cabelos com eles ainda molhados
Como a dermatologista já explicou, o cabelo é mais frágil quando está molhado, portanto, escová-lo ainda úmido leva a quebras e danos. Pensando nisso, Kédima aconselha esperar que os fios estejam 60% secos para escová-los, além de não usar o secador logo após o banho, mas aguardar entre 15 e 20 minutos para que eles fiquem menos molhados.

Lavar com muita frequência
A médica explica que o cabelo pode ser lavado diariamente, desde que necessário – por suor excessivo ou acúmulo de impurezas, por exemplo. “As pessoas que gostam de lavar os fios todos os dias para sentir aquela sensação de limpeza podem usar diariamente apenas um shampoo suave e um condicionador reparador”, explica.

Usar muito xampu seco
Não é recomendado usar esse produto todos os dias, mesmo para pessoas com cabelo oleoso, que sentem os fios sujos nos dias seguintes aos da lavagem. “A função deste xampu é absorver o óleo, portanto quanto mais você absorve, mais o seu couro cabeludo vai produzir”, afirma a médica.

Deixar de usar produtos que protegem o cabelo do calor
Se você faz uso de secador ou chapinha, é fundamental sempre aplicar um produto termoprotetor antes de secar os fios. Isso ajuda a protegê-los, mantendo o cabelo mais forte e saudável.

Ser muito bruto com o seu cabelo
Escovar e pentear os cabelos com força excessiva pode criar estresse nas raízes do cabelo.

Não usar protetor solar nos cabelos
Os cabelos são expostos aos raios UV tanto quanto a pele, portanto também necessitam de protetor solar. “O sol acaba queimando os fios e destruindo a fibra capilar. Por isso, é indispensável utilizar um produto específico para protegê-lo. O produto deve contar com ativos que criem um escudo resistente aos raios UV”, acrescenta a médica.

Fazer um rabo de cavalo com o cabelo molhado
Segundo a dermatologista, como os fios ficam mais vulneráveis quando molhados, prendê-los pode levá-los à quebra. Além disso, dormir com ele molhado também não é uma boa ideia, pois causa estresse nos fios. E aos adeptos do rabo de cavalo, vale um alerta: tracionar demais o penteado pode causar alopecia de tração, que causa falhas nos fios.

Usar ferramentas sujas para o cabelo
Certifique-se de limpar suas escovas de cabelo, pentes, presilhas, ou seja, tudo que entra em contato com os fios. “Toda vez que você escova, você coleta sebo, detritos e sujeira do couro cabeludo. Logo, este passa a ser ótimo ambiente para o crescimento de bactérias. Ao reutilizar a escova suja, acaba reposicionando tudo de volta no seu cabelo”, finaliza Kédima Nassif.

Leia mais:
Ondas glamorosas: inspire-se nos penteados de Emma Stone
Permanente: cachos dos anos 80 estão de volta
Quatro tendências de cabelo para a primavera