A atriz Emily Blunt com seus cachorros – Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Além de animais de estimação, os pets podem ajudar na saúde mental de quem convive com eles. O isolamento social demonstrou que o contato com seres humanos e animais se faz essencial. Muitas foram as pessoas que procuraram comprar ou adotar animais de estimação para ajudar nesse momento difícil. Outros se apoiam em seus companheiros de quatro patas para enfrentar a crise do coronavírus.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Muitas são as pesquisas que têm demonstrado que os animais de estimação proporcionam benefícios para a saúde mental. Um estudo do Human Animal Bond Research Institute (HABRI) revelou que os animais de estimação ajudam no controle de sentimentos e estresse relativo a problemas de saúde mental. Outro estudo – este realizado pela University of York – demonstrou que os bichanos ajudam a manter a saúde mental e reduzir a solidão durante o isolamento social.

Os animais de estimação também podem auxiliar os tutores, ajudando-os a se engajar em um estilo de vida mais saudável. Por exemplo, os cachorros precisam de passeios frequentes, e seus donos os levando para passear acabam também caminhando diariamente. Os cachorros encontram outros na rua e ajudam os seus tutores a fazerem novas amizades.

A companhia de um animal de estimação pode reduzir a ansiedade, oferecendo conforto. Como os animais vivem o presente momento, eles auxiliam os tutores a fazer o mesmo. Os bichanos também ajudam a estruturar a rotina do dia. Os animais precisam ser alimentados de forma regular, além de se exercitar.

Tocar um pet também pode aliviar o estresse e causar uma sensação de alívio. Quem tem um bicho para passar a mão pode se sentir mais calmo. Uma das necessidades básicas do ser humano é o toque, e os animais podem suprir essa carência.

Desde cães sem raça até mesmo um border collie, pastor-alemão ou bulldog francês, todos podem ajudar na saúde mental, proporcionando companhia. Não são somente os cachorros, mas gatos, coelhos e outros animais podem ajudar. É importante, porém, que os tutores aprendam sobre como cuidar dos animais e possam dar todas as condições para que eles também tenham suas necessidades supridas.

A importância dos animais de estimação é reconhecida para além do contato com eles em casa. O animal de assistência emocional é o pet, que pode acompanhar o tutor em viagens e outros lugares restritos para pets em geral. Esses animais ajudam no controle de doenças psiquiátricas e necessitam de um atestado médico, dentre outras burocracias, que variam de acordo com o local a ser frequentado.